Dormir com as pernas elevadas pode prevenir varizes? Descubra!

Powered by Rock Convert

Uma pessoa que tem o hábito de ficar em pé ou sentada por longos períodos já pode ter se deparado com pés e tornozelos inchados ao final do dia. Outros sintomas possíveis são dores, desconforto, sensação de perna cansada ou pesada, coceira na pele, dormência etc. Eles são frequentes em quem sofre com varizes.

As reclamações são recorrentes e as causas das varizes podem ser variadas. Muitas pessoas ainda acham que essa é uma preocupação apenas estética. No entanto, ela vai além. Trata-se de uma doença que compromete a qualidade de vida. É preciso entender sobre ela para saber, por exemplo, se dormir com as pernas elevadas resolve o problema.

Será verdade? Confira as informações deste post!

Dormir com as pernas elevadas é eficaz contra varizes?

Depois de saber um pouco mais sobre as varizes, você acha que é possível fazer algo para evitar que elas apareçam? Dormir com as pernas elevadas seria bom para prevenir o surgimento delas?

A verdade é que, até o momento, não há um método que evite o aparecimento das varizes. O que se faz é tratar os sintomas e as consequências depois que elas surgem. Ou seja, elas vão aparecer em quem tiver a tendência, independentemente do que a pessoa faça. Atitudes pessoais, no entanto, ajudam muito na qualidade e intensidade dos sintomas, além de colaborarem com a saúde da perna como um todo.

Logo, dormir com as pernas elevadas não previne varizes. Porém, o hábito costuma trazer benefícios para quem já tem o problema: ele ameniza os sintomas (reduzindo o edema de pés e tornozelos). Isso, claro, deve ser aliado a outros cuidados e ao tratamento cuidadoso para que as dificuldades não piorem com o tempo. 

Quais hábitos podem amenizar os sintomas?

Embora ainda não existam informações sobre aspectos que previnam as varizes, sabe-se de fatores que oferecem maior risco para desenvolver a doença ou aumentar os sintomas — por exemplo, elementos genéticos e ocupacionais, sedentarismo, obesidade etc. 

Então, confira algumas medidas que podem agregar mais qualidade de vida e aliviar os incômodos.

Powered by Rock Convert

Praticar exercícios físicos regularmente

A prática de exercícios físicos é muito importante para amenizar os desconfortos das varizes, já que o sedentarismo oferece maior risco para o agravamento do problema. Além disso, as atividades mantêm as pernas ativas e aliviam dores. Elas também ajudam na perda de peso e previnem a obesidade.

Entretanto, preste atenção na hora de escolher os exercícios. Deve-se priorizar os que mantêm suas panturrilhas em movimento, como caminhadas, ciclismo, natação, hidroginástica e pilates. A flexão do tornozelo, se você fica muito sentado, é outro exercício muito recomendado, pois as panturrilhas são fundamentais para a boa circulação e diminuição do inchaço nos membros inferiores.

Diminuir o consumo de sal

O consumo de sódio em excesso faz com que as células retenham líquido, eleva a pressão arterial e dificulta a circulação sanguínea. As consequências para quem tem varizes podem ser: desconforto, pois as pernas podem ficar mais inchadas. Por isso, o ideal é reduzir o seu consumo.

Tente manter distância de alimentos industrializados e processados, que contêm níveis elevados de sal e são vilões da boa saúde. Leia os rótulos para detectar a presença deles e prefira consumir alimentos ricos em fibras. As frutinhas vermelhas, como cerejas, cranberry são boas amigas na alimentação de quem sofre com varizes.

Usar meias de compressão

Em vários casos, os médicos especialistas em varizes orientam seus pacientes a usarem meias de compressão para alívio dos sintomas. Elas ajudam melhorando o retorno venoso, reduzindo dor e inchaço. 

Geralmente, as meias de compressão são indicadas para quem tem varizes ou já teve trombose, para gestantes e em outros casos específicos. Siga as recomendações do seu médico para utilizá-las adequadamente. Também são usadas durante as caminhadas e corridas. Existem modelos específicos para este fim. As meias hoje são modernas, elegantes, confortáveis e podem ser usadas sem medo em situações sociais. Seu médico poderá lhe dar estas dicas!

Agora você sabe que dormir com as pernas elevadas não previne varizes, mas pode melhorar o desconforto — junto com outras medidas que citamos. É importante seguir as dicas e as recomendações dos especialistas sobre esse assunto. Coloque essas orientações em prática e tenha mais qualidade de vida!

E então, o post ajudou você? Para aprender mais sobre o tema, leia nosso conteúdo com dicas de exercícios para quem tem varizes nas pernas.

Quer ficar por dentro das melhores dicas e conteúdos do blog?

Assine nossa newsletter!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.